O que você está procurando?

terça-feira, 9 de abril de 2013

A Culpa é Das Estrelas - John Green


"Alguns infinitos são maiores que outros... Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter."


Sinopse:
A culpa é das estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer - a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.

Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.


O que dizer...
Bem, comprei A Culpa é Das Estrelas porque ouvi comentários maravilhosos sobre o livro. Confesso que quando li a sinopse deixei o interesse um pouco de lado, pois imaginei que teria aquele ambiente melancólico e sufocador de hospitais... Não sou muito de ler histórias tristes. Mas afinal estava com ele nas mãos. Um livro mediano de capa e diagramação simples, com um texto bem curioso na contra-capa e uma promessa bem de cara: Você vai rir, vai chorar e ainda vai querer mais.
Pensei como seria possível rir com um livro que trata da história de pessoas com câncer. E entendi isso a partir do momento que vi que o livro não tratava exatamente da história de pessoas com câncer, na verdade a doença é só um detalhe, o plano de fundo, o motivo. A Culpa é Das Estrelas conta, acima de tudo, não como o amor verdadeiro é capaz de superar todos os obstáculos - que parece ser o lema de todo romance trágico -, mas como o amor pode surgir e levar aos mais inesperados lugares.

A história de Hazel e Augustus não é como aquelas coisas bonitinhas que se vê com certa frequência em filmes e romances. O que os impede de ficarem juntos não é um inimigo físico, não é uma maldição ou uma incompatibilidade genética - são eles próprios. 
E é com todas estas dificuldades, e o conhecimento de que qualquer dia pode ser o último, que eles entram em um mundo que só a eles pertence, onde tentarão realizar seus sonhos da melhor maneira possível, antes que seja tarde demais.
----------------------

Creio que não há muito o que falar.
A Culpa é Das Estrelas é simplesmente um daqueles livros que não precisa de crítica ou elogio. Ele simplesmente é. Sozinho. Independente.
Uma história incrivelmente mágica e sensível. Que narra uma história tão real que  às vezes é difícil acreditar que é fictícia.
Sobre o rir, chorar e ainda querer mais. Diria que nunca foram ditas palavras mais sábias.
O livro é sabiamente engraçado, dolorosamente inacreditável e curiosamente a razão de se passar horas tentando imaginar o que aconteceu. Depois.

Não farei muitos comentários.
Apenas recomendo, a quem não pensava em ler - como eu - dar uma chance à obra. Se entregue a ela. 

"Um misto de melancolia, doçura, filosofia e diversão. Green nos mostra um amor verdadeiro... muito mais romântico que qualquer pôr-do-sol à beira da praia."
-The New York Times


"Não sou formada em matemática, mas sei de uma coisa: existe uma quantidade infinita de números entre 0 e 1. Tem o 0,1 e o 0,12 e o 0,112 e uma infinidade de outros. Obviamente, existe um conjunto ainda maior entre o 0 e o 2, ou entre o 0 e o 1 milhão. Alguns infinitos são maiores que outros... Há dias, muitos deles, em que fico zangada com o tamanho do meu conjunto ilimitado. Eu queria mais números do que provavelmente vou ter."
-Hazel Grace


"Não dá para escolher se você vai ou não vai se ferir neste mundo, meu velho, mas é possível escolher quem vai feri-lo. Eu aceito as minhas escolhas. Espero que a Hazel aceite as dela."
-Augustus Waters





Aah, e aqui está uma imagem que achei linda sobre o livro, a frase se refere à uma parte que diz: Me apaixonei do mesmo jeito que alguém cai no sono: gradativamente e de repente, de uma hora para outra.


Então, é isso.
Leiam A Culpa é Das Estrelas, e não se arrependam.

Um comentário:

  1. Esse lindo é maravilhoso, ainda me lembro de frases completas e do quanto eu chorei desesperadamente. É, sem dúvida, uma indicação maravilhosa! Beijos!

    ResponderExcluir