O que você está procurando?

quinta-feira, 4 de abril de 2013

O Livro do Amanhã - Cecilia Ahern


"Como seria se soubéssemos o que o amanhã nos reserva?
Nós o concertaríamos?
Será que conseguiríamos?"


 O Livro do AmanhãTamara Goodwin sempre teve tudo o que quis e nunca precisou pensar no amanhã. Contudo, de repente, seu mundo vira de cabeça para baixo e ela precisa trocar sua confortável vida da metrópole por uma cidadezinha do interior. Assim, Tamara logo se sente solitária e louca para voltar para casa.

Então, uma biblioteca itinerante chega ao vilarejo, trazendo junto um misterioso livro de couro trancado com uma fivela dourada e um cadeado. O que Será possível mudar o amanhã? Tamara descobre ao longo de suas páginas a deixa surpresa. E tudo começa a mudar das maneiras mais inesperadas possíveis...




Finalmente, não?
Após três (ou seriam quatro?) dias de leitura, aqui estou para falar um pouco sobre O Livro do Amanhã. 

Narrado em primeira pessoa, conta a história de uma adolescente de 16 anos que não dava o menor valor à sua vida perfeita. Até perder tudo. Inclusive o pai.
Tamara é uma garota insuportável. Talvez sejam palavras um pouco pesadas demais, mas ela realmente é um poço de futilidade. Bem, isso vai se alterando com os acontecimentos, mas que ela é, em um início prolongado, uma pessoa bem desagradável, aah ela é.

Achei a introdução um pouco longa demais, digo, nas primeiras páginas (ousaria dizer nas 100 primeiras) a história parece não progredir. Os textos são, basicamente, lembranças de Tamara sobre sua ex-vida maravilhosa. Explicações de como tudo aconteceu, justificativas e mais justificativas...
Confesso que nesta parte, me decepcionei. Havia criado uma imagem bem diferente de como seria a leitura, devido, acredito, ao marketing estrondoso que fizeram em cima dela. Mesmo depois que a menina encontra o livro (que é, na verdade, um diário), achei meio parado, sem muita evolução.

De qualquer forma, lá para a página 200 as coisas começam a ficar mais interessantes. Fatos mais aventurosos e questões para serem respondidas começam a entreter mais. 
Até que a coisa chega em um ponto onde não existem mais motivos para desgostar da obra.
Houve inclusive uma confusão, dúvidas diria, sobre minha real opinião. É como se eu não tivesse gostado da primeira parte do livro, e adorado a segunda. Na verdade, foi exatamente isso.

Como já disse anteriormente, acredito que estava esperando uma coisa... e veio outra bem diferente.
Talvez pela sinopse, e pelo Book Trailer tenha se pré-criado uma história de muita aventura e magia, o que não foi como realmente a vi.
Digamos que o Livro Mágico não tenha tido um papel tão grande como eu imaginava, é óbvio que ele teve um papel importante, sem ele não haveria história, mas às vezes ele é deixado de lado pelos conflitos familiares que Tamara está enfrentando.

Isso, seria exatamente assim que eu o descreveria: uma conspiração familiar.
Por trás de toda a história bonitinha do surgimento da jovem, existe muuuuuuuuita coisa. Foi aí, acredito, que o diário tenha ficado em segundo plano.
No fim do livro você descobre que não se tratava apenas de uma garota (que não está mais tão insuportável) que encontra um livro que conta o amanha e blá, blá, blá...

Nos cantos inexplorados e entrelinhas quase imperceptíveis, existe um mistério... Um segredo e tanto. Eu, em particular, não imaginava que haveria algo tão... Tão... Bem pensado. Essa é a expressão.

O Livro do Amanhã tem um pouco de romance (que você acha que vai para um lado, aí ele dá meia volta e foge do seu ângulo de percepção).
Tem comédia (não de dar gargalhada, mas é engraçado às vezes entender o que Tamara tem na cabeça, coitadinha)
É triste? Se você for uma pessoa muito emotiva (muito mesmo), ele pode até ser.

Resumindo, gostei.
Ele me surpreendeu. A magia dele, na verdade, é inexplicável.
Ps.: Se alguém tiver a mesma opinião que a minha quando começar a ler, e não estiver nada motivado a continuar, uma sugestão, continue. E espere.

Nota da capa:
Achei linda, a contra-capa então, maravilhosa. Só que Tamara Goodwin não é loira (cabelo castanho) e o diário não é escrito (é assim que se revela o amanhã) com essa letrinha de computador, aqui. É caligrafia.

Dados Importantes:
Título: O Livro do Amanhã
Autor: Cecilia Ahern
Editora: Novo Conceito
Páginas: 368
Ano: 2013

Então é isso.
O texto ficou meio grande, né? Podia ter resumido mais...

2 comentários:

  1. Puts, isso nas 100 primeiras páginas acontece muito comigo, não acredito que o livro é assim no começo =( A contra capa é mais linda do que a própria capa!! rsrs


    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Thais,
      Sobre o começo do livro, bem, pode ser que você não tenha a mesma opinião que a minha, sei lá.. Eu sei que muitas pessoas vão amar ele desde a primeira linha. E aquela contra capa... rsrs lindíssima
      bjk.

      Excluir