O que você está procurando?

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Parcerias - N. Ramiro


Hoje vamos falar da parceria com a escritora mineira N. Ramiro, autora de Aposta.
Pedi que essa falasse um pouquinho sobre ela e seu trabalho, e como de costume respondesse algumas perguntinhas para que possamos ficar mais por dentro.
Let's?


Bem, meu nome é Nathalia e sou de Belo Horizonte. Duas perguntas são corriqueiras quando as pessoas descobrem que publiquei um livro aos 16 anos - ano passado -, a primeira é se atualmente curso letras para aprimorar minha escrita, a resposta é não, apesar de eu já ter pensando em cursá-lo, faço Relações Internacionais. Fazer letras não quer dizer que você virá a ser escritor, certo? A segunda pergunta digo depois de falar do livro! "Aposta" é uma história bem curtinha sobre um romance entre dois garotos. Sim, temática homossexual. A história se passa em Londres, é narrada no ponto de vista do querido do Oliver Collins e retrata uma seduzente aposta com Brandon Harris, um homem bonito e charmoso. Agora falando da segunda pergunta, se eu também sou gay. Não, eu não sou!

*Como foi o processo de criação de Aposta?
"Aposta" era uma fanfic de banda. Comecei a escrevê-la com quinze anos. Minha ideia inicial era escrever uma história curta e rápida, mas acabou que foi ficando um pouquinho grande, então se tornou a long-fic que antes se chamava "Break your little heart".

*Existiu alguma inspiração especial para o livro?
Como disse na resposta anterior, "Aposta" era uma fanfic, na verdade, uma songic - ou seja, inspirada em música. Duas canções me ajudaram a pensar e desenvolver a história: Break your little heart do All Time Low e Break Your Heart do Taio Cruz. Claro que elas só me deram ideias, e não o corpo da história.

*Você entrou no mundo literário muito cedo, como foi publicar uma obra assim tão jovem?
Foi uma surpresa pra mim quando recebi o e-mail da editora. No começo muitos duvidaram que eu, de fato, estava publicando um livro, que na verdade estava sendo enganada, visto que não é comum alguém lançar um livro aos 16 anos. Entrar no mundo literário assim tão cedo me motivou a melhorar mais. "Aposta" não é minha obra prima, é minha experimentação, é a prova que eu sou capaz, é o meu maior incentivo.

*Quais são as principais mensagem que Aposta tenta transmitir?

Com "Aposta", um livro de temática homossexual, quero que as pessoas vejam que livros gays podem ser escritos e publicados, melhor, não podem, devem! Na minha opinião o melhor jeito de matar o preconceito é por meio da cultura.

*Qual o recado que você deixa para quem ainda não leu Aposta?
Quem ainda não leu "Aposta", dê uma chance para essa nova leitura. Talvez não seja o melhor livro que irá ler na vida, mas vai ser um novo campo, uma nova experiência que pode te encantar e te mostrar um outro lado, talvez desconhecido para você, da vida de homossexuais que são pessoas que amam como qualquer uma outra.


BLOG da autora


Agradecendo a Nathalia que se disponibilizou a responder as perguntas, e dando os parabéns por seu trabalho.
É isso. Só amei o cenário da história... E essa capa? Sem comentários.

Nenhum comentário:

Postar um comentário