O que você está procurando?

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Cores de Outono - Keila Gon





O inesperado, o impossível, o destino...




Quem ama escolhe seus caminhos, vence o medo, ultrapassa a razão, duela com a dúvida entre o certo e o fácil para seguir seu coração.
Melissa encontrou em um olhar as revelações de toda uma vida e longe da lógica escolheu o caminho confuso, mas surpreendente do amor. Ela chegou à pequena cidade da montanha com a responsabilidade de cuidar de Alice, sua irmã caçula, esperando uma vida simples. Mas se viu envolvida por Vincent, um estranho arrogante, dono de irresistíveis olhos turquesa que vai levá-la através da sombra e da luz para revelar surpresas inimagináveis de um Mundo Mágico perigoso e fascinante. A cada encontro este homem misterioso amedronta e encanta; desperta sentimentos e a faz duvidar de sua coragem. Mas, antes que Melissa seja arrebatada por esse amor, ela precisa enfrentar elfos, magos e intrigas em um mundo inóspito que testará seu coração.







Sabe a depressão?
Pois é, eu também sei.

Mas não é aquela depressão comum, é a famosa  Pós-livro. Aquela que te atinge logo após você terminar de ler um livro simplesmente incrível, e aí você não sabe mais o que fazer da vida, por que parece que a razão da sua vinda ao mundo era ler este livro, e é como se agora os motivos da sua existência houvessem se dissipado no momento em que se passou a última página...

Mas aí você se lembra de um detalhe que serve muito bem como consolo, o tal livro tem continuação! E sinceramente, este é o Tarja Preta que faz você se reerguer e continuar a viver no seu mundo chato. No meu caso, chato é apelido.


Cores de Outono contará a história de Melissa Wels, uma jovem que ao perder a mãe e o padrasto fica responsável pela irmã de cinco anos de idade, Alice. Ela muda-se então para a cidade onde nasceu, e onde seu avô ainda vive. O que Mel não espera, é que não reencontrará apenas amizades da infância, mas também conflitos que mesmo que ela não soubesse, a perseguiam desde pequena. Na espera por uma vida mais simples, ela acaba se deparando com Vincent (isso já foi mencionado na sinopse, lá em cima, mas vamos ressaltar, por que o fato merece prestígio), que em um primeiro momento é um homem completamente repugnante e rabugento... Aah, claro, lembrando que ele é dono de uma SUV BMW. Não sabe do que se trata? Bem, é isso aqui::


E sim, para mim os momentos mais emocionantes são quando ele acelera montanha a cima. Fico só imaginando os cavalos-de-pau que a máquina pode render... Tudo bem, no começo da história a SUV quase mata a Mel, mas estes são apenas alguns detalhes.

Voltando... Melissa se envolve completamente pelos olhos turquesa que insistem em "tropeçar nela" (os olhos turquesa são do Vincent, tá?), porém ao decorrer da história ela descobrirá que esta proximidade pode ser mais perigosa do que imagina. E este perigo, por mais que não seja seu desejo, envolverá Alice de um modo irreversível. Por que se Vincent pertence à uma dimensão surreal, Alice é uma prova de que esta realmente existe.

Cores de Outono é fascinante!
F-A-S-C-I-N-A-N-T-E
Literalmente.

Do tipo que tem Elfos, Magos Sombrios, Portais Mágicos, BMWs...

Durante a história vão se criando oportunidades e encontros que te deixam completamente eufórico.
Lembrando que o Vincent é um exemplo típico de bipolaridade.
No mesmo segundo que ele está pomba, vira corvo. É uma coisa arrebatadora.
E o mais incrível é que mesmo assim, você continua torcendo por eles!


Eu diria que "Cores" tem uma pitadinha de 'Crepúsculo', com um toque de 'Fallen', e fico feliz em dizer, uma linda dose da magia pura e eterna de minha querida Nárnia. Tem gosto de chocolate e cheiro de Pé de Limão. Quem já leu entende a do Pé de Limão, sabe.. Amadeirado com Cítrico... Tá, parei. Isso não teve graça.

E se tem algo contra uma das obras citadas, não se acanhe, companheiro e/ou companheira, Cores de Outono é a mistura impecável de tudo que existe de bom na literatura fantástica. 

É o tipo de livro que antes de começar você tem que pegar bastante fôlego, por quê: 1) Ele vai fazer você  perder o fôlego de uma maneira ou outra, é fato. 2) Você não vai ter tempo de parar para respirar.

Acho que resumindo bem resumidamente, existe uma palavra que representa "Cores":


M-A-G-I-A


Eu gostaria de agradecer muuuuito a Keila Gon, parceira do blog, que me enviou o livro autografado e dois marcadores lindooos. Keila, obrigada por proporcionar esta viajam encantadora!
Seu trabalho é definitivamente uma obra de arte! 

Sabe gente, Cores de Outono é um daqueles livros que se tornam Best-sellers, 1º Lugar no The New York Times. E é nestas horas que devemos parar para pensar em como a Literatura Nacional é mal recebida por muitas pessoas, tem gente por aí que é só ficar sabendo que um livro foi escrito por um escritor brasileiro que já recusa. Pensem bem, se este mesmo escritor tivesse nascido na Europa, por exemplo, e escrito o mesmo livro, ele seria recebido da mesma forma?

Cores de Outono é melhor do que muito Best-seller que já li por aí...
E tenho muito orgulho, de verdade, de ter a autora dele como parceira!!!! 

Dados Importantes:
Título: Cores de Outono
Autora: Keila Gon
Editora: Novo Século - Selo: Novos Talentos da Literatura Brasileira
Páginas: 437


Nossa, eu poderia ficar horas aqui falando...
Por exemplo da receita de brigadeiro no fim do livro, da sina desastrosa da Mel, da BMW...

Ps.: Não sei se sobrevivo até 'Sombras da Primavera' ser publicado.

3 comentários:

  1. Ahhhhh Rafa! Ui... adorei sua escrita... ótima!!! Ui... suspiro, fôlego... Ri muito aqui : )
    Adorei tudo!!!E não poderia desejar resenha melhor, mais sincera e original! Menina, vc tem talento!
    Estou levando sua resenha para o blog de "Cores" tá : )Os amigos leitores de lá precisam ler também.
    Flor, muito, mas muito obrigada pelo carinho e apoio... sorrisos e palavras não são suficientes para lhe agradecer!
    Beijos muito queridos
    Keila Gon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aah Keila, fico feliz por dimais da conta que cê gostô! rsrs
      E, my God, quantos elogios! kkk Assim vc me acostuma mal' rsrs
      E bem, palavras não são suficientes é pra descrever a euforia ao acabar o livro e saber que posso manter contato com a autora dele! Sonho realizado *-*
      Bjk, Rafa.

      Excluir
    2. Sempre que quiser flor : )
      Beijos

      Excluir